(a)típico

Projeto de fusão que une as nossas manifestações tradicionais identitárias a projetos contemporâneos. Alia igualmente espaços inusitados a atmosferas musicais inovadoras, juntando assim músicos a lugares. Este diálogo potencia a redescoberta de lugares esquecidos do nosso património, oferecendo ao público uma nova forma de consumir música. Este projeto nasceu em plena pandemia Covid-19, onde repentinamente o mundo se tornou num lugar atípico, face à crise no sector cultural. A Câmara Municipal de Santa Cruz lança este projeto com o objetivo de devolver aos artistas e profissionais do sector uma bolsa de oxigénio, no contexto pandémico atualmente vivido. Este projeto de co-criação é uma iniciativa da CMSC, sob a direção e produção do Gabinete de Cultura da Câmara Municipal de Santa Cruz, com a direção executiva de Taciana Gouveia e Zé Nóbrega na produção. A nível musical conta com a direção do músico e produtor Ricardo Vasconcelos e ainda Bruno Jardim Fernandes, que masterizou em estúdio as novas fusões. A participação do artista Nuno Rodrigues e toda a sua equipa técnica de produção audiovisual e realização tiveram igualmente um papel fulcral na concretização deste projeto. 

Saiba mais sobre este projeto em atipico-madeira.com